Os Jovens Repórteres para o Ambiente (JRA) investigam, questionam, entrevistam, recolhem factos, captam imagens, reportam e comunicam sobre sustentabilidade, num exercício de cidadania activa .
Este projecto é coordenado em Portugal pela Associação Bandeira Azul:
www.abae.pt

sábado, 26 de março de 2011

É isto que deseja ver nas nossas praias...

Todas as mudanças causadas pelo Homem eram insignificantes, no passado. Mas esta realidade está a mudar.  O Homem que polui é o mesmo Homem que irá  sofrer com isso. E, mais importante ainda, o mesmo Homem que continua a agir como se tudo isto não fosse causado por ele. O Homem que se consegue manter completamente indiferente a tudo isto.
            Este ser que continua a fazer o seu passeio matinal naturalmente. Naturalmente indiferente a tudo o que o rodeia.  Como se o Mundo fosse belo e a poluição uma mera ilusão.
Não continue indiferente a esta situação tão real e tão presente.

Cátia Sofia Pereira
Claúdia Silva
Daniela Ribeiro Costa
Mariana Batista

quarta-feira, 16 de março de 2011

Ainda há tanto a mudar!





Pretendemos com este trabalho, tentar demonstrar o quanto o ser humano está a destruir o seu lar, a nosso Terra, utilizando como exemplo, uma praia que se encontra bem perto de nós, a praia de São Martinho do Porto.


Já reparou que, de dia para dia, nós, seres Humanos só alteramos o ciclo da vida para pior?! Não podemos permitir que nós próprios destruamos a nossa casa, não podemos! Se somos nós que a destruirmos, temos que ser nós a recompor as coisas! O lado positivo, é que nós, seres humanos, temos a capacidade de alterar esta infeliz situação.


Quando vai à praia, onde deixa o seu lixo? Muito provavelmente, faz como a maioria das pessoas, deixa-o no chão, e apenas pensa: " é só desta vez, também não irá fazer assim muito mal" mas está completamente enganado. Temos que começar por algum lado, e mudar de atitude agora, pois ainda podemos reverter a situação.


Também tentámos mostrar algumas das consequências dos actos tomados por algumas pessoas (como o exemplificado acima). Devido a uma simples embalagem deixada na praia, que supostamente nenhum mal faz, encontram-se animais feridos, ou ainda pior, mortos.


Por tudo isto, tentámos transmitir, que cada um de nós, tem um importantíssimo papel a realizar. Cada gesto é precioso, apesar de a maioria das pessoas, não o achar.
Um pequeno gesto, faz toda a diferença. Vamos fazê-lo!

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Como sobreviver na Praia do Salgado!!

video

A concurso Nacional de vídeo-reportagem JRA ( 2010/2011)

Foto tirada a 24 de Novembro de 2010, na Baía de S. Martinho, pelos alunos do 10º C do ECB
O Erguer da Mão Humana
A parte negra do nosso mundo - A inconsciência Humana